Diante de tantos tipos de shampoos, ficamos na dúvida na hora de escolher o melhor para nossos cabelos.

 

dúvida 200x300 Você sabe escolher seu shampoo?

Veja o que você precisa saber antes de comprar o seu.

 

1) Tipo de cabelo: O shampoo deve ser o indicado para o seu tipo de cabelo, ou seja, um shampoo para cabelos lisos não irá alisar um cabelo crespo.  Os shampoos hidratam e limpam o cabelo, mas não mudam a forma dos fios.
Os especialistas explicam que, originalmente, existem três tipos de cabelo: os lisos a ondulados de origem europeia (caucasoide), os lisos dos asiáticos (mongoloide) e os crespos de origem africana (negroides). Mas, com nossa mistura brasileira não dá pra dizer que é assim e pronto! O cabelo das brasileiras tem traços de diversas etnias e por isso encontramos variações entre lisos, ondulados, cacheados e crespos.
Os cabelos também são classificados quanto a produção de sebo: oleoso, seco, misto e normal. Então nem pensar em usar um shampoo para cabelo seco num cabelo oleoso!
2) O Sal:  muito se fala sobre shampoo sem sal.  A função do sal no shampoo é dar viscosidade, espessamento, ou seja, para que não escorra por entre os dedos ao ser colocado nas mãos.
Em relação a qual dos dois usar, há opiniões divididas. Uma linha entende que os shampoos com sal desidratam os fios, por isso ficam secos, sem brilho e maciez e outra linha diz que a quantidade usada é mínima, sendo assim não seria capaz de tanto estrago, mas sim os processos químicos e o uso frequente de chapinhas, por exemplo. Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), de 2011 comprovou que o sal não faz mal, pois o mesmo é dissolvido na água e retirado do cabelo no momento do enxágue.
Sendo assim, use o que dá mais resultado para seu cabelo e seja feliz!
3) O pH: Esse sim é mais importante que o sal!
pH é a sigla para “Potencial Hidrogeniônico”, uma escala  que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade. Essa medida vai de 0 a 14 e uma substância é considerada ácida quando o valor de pH está entre 0 e 7 e alcalina (ou básica) quando o valor está entre 7 e 14. Para limpar suavemente o couro cabeludo e o cabelo, devemos optar por formulações com  pH entre 5,5 e 7,0 .
tabela de ph 300x118 Você sabe escolher seu shampoo?
Veja bem, não é o pH que age no cabelo e sim as substâncias químicas contidas na fórmula dos produtos. De acordo com sua concentração tornam o produto final mais ácido ou mais alcalino. O ideal é que o shampoo esteja na faixa mais próxima da neutralidade e que o condicionador esteja ligeiramente ácido para neutralizar as cargas estáticas, facilitando o pentear.
4) Tipos de Shampoos: 
Anti-resíduo 
Os shampoos anti-resíduo têm uma carga maior de agentes de limpeza (surfactantes) e pH alcalino, o que abre as cutículas dos cabelos para proporcionar uma limpeza profunda.
Normalmente a indicação de uso é a cada 15 dias ou 1 vez por mês, pois se usado em excesso irá ressecar o cabelo. Mas, como cada cabeça uma sentença algumas pessoas podem ter necessidade de usá-lo com mais frequência.
O shampoo anti-resíduo também deve ser usado antes de um tratamento, como reconstrução ou hidratação.
Sim, esse tipo de shampoo pode retirar a progressiva mais rápido, pois abre as cutículas do cabelo.
lanza healing pure clarifying shampoo 300ml 150x150 Você sabe escolher seu shampoo?

Lanza Healing Pure Clarifying

Veja mais shampoos Anti-Resíduos Aqui

Transparente
Os shampoos levam esse nome pois normalmente são transparentes mas, alguns têm cor como os shampoos de bebê. Normalmente esse tipo de shampoo limpa mais do que os perolados e leitosos, que costumam ser mais hidratantes. Mas isso não é regra, por isso é importante ler o rótulo para ver a função do mesmo.
PMTTSs 150x150 Você sabe escolher seu shampoo?

Paul Mitchell Tea Tree Special

Perolado ou Translúcido
Os shampoos tem esse nome porque são cintilantes e com brilho perolado, bem diferente dos transparentes.
Eles limpam suavemente e possuem na fórmula agentes condicionantes. É um shampoo indicado para uso diário, pois limpa e hidrata de forma mais suave, superficial. Cabelos normais, secos e com oleosidade moderada podem usar o perolado sem medo.
Para obter uma limpeza mais eficaz, alguns profissionais indicam o uso de um shampoo transparente antes do perolado.
BHURsh 150x150 Você sabe escolher seu shampoo?

Tigi Bed Head Urban Antidotes Recovery n 2

Leitoso
O shampoo leitoso é mais encorpado, denso e deve ser usado com os fios já limpos. Normalmente tem uma função mais específica como: anti caspa, seborreia, problemas no couro cabeludo, cabelos tingidos, extra secos, danificados, descoloridos, com química, etc. É um shampoo que não limpa muito bem e por isso pode causar o acúmulo de resíduos, deixando o cabelo pesado e com aparência de sujo.
Neste caso também é indicado pré-lavar o cabelo com um shampoo transparente antes.
PMFBs 150x150 Você sabe escolher seu shampoo?

Forever Blonde Paul Mitchell

 

Sugestão de uso:

Cabelos Oleosos: Shampoo transparente.
Cabelos mistos: Shampoo perolado.  Para raiz oleosa e comprimento seco, usar o shampoo transparente (na raiz) na primeira lavagem, e depois o shampoo perolado no cabelo todo.
Cabelos normais: Shampoo perolado.
Cabelos secos: Shampoo leitoso.

4) Linha Profissional x Linha de supermercado
 
Os produtos profissionais possuem fórmula mais rica, mais concentrada e por isso o resultado é mais eficaz do que os produtos vendidos em supermercados e perfumarias.
A linha Lanza Healing Strenght, por exemplo, possui tecnologia antiaging  e contém White Tea (chá branco) antioxidante que combate os radicais livres, dimeticone  que protege contra a umidade e danos provocados pela poluição, além de ceramida que repara as cutículas danificadas dos fios e Manuka Honey que é anti-séptico e anti fungicida com propriedades cicatrizantes que diminuem coceira e irritação no couro cabeludo.
Para mais produtos Lanza clique AQUI
A linha Pós Progressiva, limpa e hidrata profundamente os cabelos, fortalecendo a fibra capilar, o que ajuda na recuperação dos fios. É indicado para cabelos quimicamente tratados.
Alguns exemplos: Inoar Pós Progressiva, Cadiveu Glamour Rubi, Cadiveu Plástica dos Fios manutenção.

É bom saber:

O uso frequente dos mesmos produtos por um tempo considerável pode ocasionar alguns efeitos não muito agradáveis. Isso pode ocorrer com shampoo, condicionador, cremes, etc.
A) Efeito Build UP: normalmente reclamamos que o cabelo acostumou com o shampoo ou condicionador. Isso ocorre pelo acúmulo residual deixado por esses produtos, deixando o cabelo pesado, sem volume, sem flexibilidade ou movimento. Para fugir dessa condição você pode trocar de produtos ou usar um shampoo anti-resíduos.
B) Efeito Fly Away: esse efeito ocorre quando o shampoo deixa cargas residuais no cabelo deixando seus fios levantados e com eletricidade estática. Isso dificulta os penteados. Um bom shampoo e condicionador jamais deveria provocar um Fly Away.  Sugestão: Shampoo John Frieda Full Repair
C) Frisado: esse efeito ocorre muito quando um cabelo crespo ou cacheado é alinhado por processo térmico de escova ou chapinha. Com a umidade do ar ele volta a enrolar, porém de forma desorganizada, fazendo com que os fios ganhem uma aparência de amassados, desalinhados e muito volumosos.Já os cabelos muito danificados também ficam frisados, pois absorvem mais água do que os cabelos íntegros.
Sugestão: John Frieda Frizz Ease

Confira esses e outros produtos em nossa loja! www.levebeleza.com.br

 

Até a Próxima!

 

 

 

Leave a reply

required